domingo, 5 de setembro de 2010

MINHAS PALAVRAS



Minhas palavras
Levam-me a horizontes infinitos
Por caminhos invisíveis
E lugares não habitados.

Ninhas palavras irão comigo
Ao encontro inusitado do desconhecido
Cruzando mundos sagrados
Dos espíritos evoluídos.

Minhas palavras lavam-me a alma
Enxugam-me as lágrimas e acalma minha dor
Como se fossem rimas de poesias
Deixam-me em harmonia com sentimento de amor

José Augusto Cavalcante

Um comentário:

  1. parabens meu grande amigo poeta...es grandioso em sabedoria um abraço

    ResponderExcluir