sexta-feira, 7 de maio de 2010

OLHE NOS MEUS OLHOS


Você me olha e não me vê,
Quando me vê, não me enxerga,
Quando me enxerga, me acha diferente.
Vem, toma-me nos braços,
Olha nos meus olhos e veja-me tão somente.
Deixe que teus olhos penetrem meu corpo
Até o âmago de minha alma.
Assim, talvez você compreenda os meus sentimentos
E o por que das minhas lágrimas.

José Augusto Cavalcante

2 comentários:

  1. para quem ama é uma bela reflexão,para quem sonha é o momento de acreditar em si mesmo.

    ResponderExcluir